Cinema e Literatura

Sobre trailers e vazamentos


Vivemos em uma época onde a informação predomina. Às vezes ela vem até mesmo mais rápida do que o próprio fato, como em boatos, por exemplo. A Internet, cada vez mais, nos conecta entre mundo real, digital e imaginário. Dividimos nosso tempo no mundo físico com o virtual em constância equivalente, chegando até mesmo a viver mais no ambiente digital do que no físico.

 

Dentro de todos estes parâmetros, que são altamente extensos e, que, podem voltar a ser abordados aqui no site (E veja bem, esta questão de “real x virtual” acaba se tornando irônica, já que estou a escrever no site, não?), hoje, gostaria de colocar a questão dos filmes, séries, jogos e tudo mais, daquilo que gostamos e que, acabam ganhando, talvez, “vazamentos” e divulgação em demasia. Claro que não serei hipócrita em dizer que isto não é bom para os veículos de repercussão, afinal, o próprio Nerdiando também acaba se beneficiando destes conteúdos que geram material para postar.

 

Porém, para nós como público, será que isto é realmente bom?

 

Por exemplo, temos hoje alguns filmes que, constantemente, tem uma imagem supostamente vazada (Vazada no sentido das próprias produtoras darem um jeito de jogar o conteúdo no público e dizerem que alguém mostrou algo que não deveria ser divulgado) daqui e dali, ou, trailers em demasia, que acabam mostrando algo que seria extremamente incrível de ver e se surpreender no cinema. Temos ainda os supostos roteiros vazados, que são piores ainda, pois, se forem reais, podem acabar com a mágica do filme.

 

Só quero deixar claro que não é errado divulgar. De nenhuma das partes, tanto das produtoras, atores, sites de veiculação pessoal em geral na net ou na rua, que seja. Só estou levantando o ponto de até onde deve ser divulgado e de que maneira. Eu, por exemplo (E deixo claro que isto é uma opinião totalmente pessoal), não gosto de ver todas as partes legais de um filme apenas em 2 ou 3 trailers. Poxa, eu quero ver isto no cinema.

 

Aí vocês podem dizer: “Então deixa de ser chato e não veja mais os trailers”

 

De certo modo, também é um pensamento correto. Mas e o pessoal que tem uma expectativa lá no alto, assiste os trailers, vai no cinema e vê que as partes mais legais foram mostradas na divulgação? É algo frustrante, não?

 

E quanto aos jogos e séries? Qual a relação desta divulgação em demasia com os filmes?

 

Bem, ao meu ver, tanto os games, quanto as séries devem sim ter este tipo de divulgação massiva. E o motivo? Os dois nos proporcionarão horas e horas de entretenimento. Podem ser 6, 8, 12 horas em um game ou 6, 8, 10 temporadas em uma série, por exemplo. Então, nestes casos, o público tem de ter uma grande quantidade de conteúdo prévio, justamente para instigar o player a jogar ou, o fã a assistir cada vez mais a série, ou ficar entusiasmado com o que pode vir nas próximas temporadas. Já, os filmes, nos proporcionarão o quê? Duas horas e meia, três horas no máximo de entretenimento? E é esta a relação que queria passar hoje, mesmo que todos não concordem, o que acho muito válido, pois todos temos opinião e, a mesma, deve ser respeitada de ambas as partes.

 

Um exemplo de tudo que falei agora? O tão aguardado trailer de Capitão América 3: Guerra Civil. Muita gente está clamando pelo trailer. Uma hora ele virá, mas não precisam apressar. A Marvel, acredito eu, está acertando muito em não colocá-lo a mostra ainda. Não estou com pressa em ver o trailer, mas quero muito poder ir ver o filme quando lançar (Eu mesmo sou muito fã deste arco, como já comentei aqui no site mesmo). Com Star Wars VII é a mesma coisa. Eu consegui ingresso apenas para o sábado da semana de estreia. Até lá, terei que cuidar para não ficar tomando spoiler grátis na Internet, o que é algo bem incômodo, entendem?

 

Mas, enfim, acho que o post até poderia ser mais extenso, mas, como nos dias de semana geralmente escrevo apenas no meu horário de almoço, gostaria apenas de finalizar dizendo a todos para aproveitarem mais os momentos cheios e não apenas os fragmentos (E isto vale para todos os aspectos da vida). Aproveitem muito mais o cinema, ao lado dos seus amigos, pai, mãe, irmão(ã), namorada(o), do que apenas os 2 minutos do youtube.

 

Um grande abraço a todos e sempre, tudo de bom o/